Ajude nos com sua doação

Translate

Protestos se tornam violentos em Bruxelas antes da cúpula da UE

BRUXELAS (Reuters) - Forças de segurança e manifestantes entraram em confronto antes da cúpula de líderes da União Europeia em Bruxelas nesta quinta-feira, e a polícia usou canhões de água para dispersar um grupo de manifestantes, disse uma porta-voz da polícia.
Cerca de 30 manifestantes realizavam um protesto contra as ações da UE para lidar com a crise financeira e tentavam furar os bloqueios atirando pedras contra a polícia belga, que reagiu com os canhões de água, disseram testemunhas e a porta-voz policial.
Segundo estimativas da polícia, cerca de 12 mil manifestantes se reuniram perto do prédio da União Europeia onde os líderes da UE irão se reunir ainda nesta quinta-feira. Organizadores dos protestos, incluindo sindicatos, estimaram um número mais próximo de 20 mil pessoas.
Os manifestantes se opõem ao pacto de competitividade da UE, um acordo feito neste mês por líderes da zona do euro para adotar medidas como o aumento na idade de aposentadoria, a revisão da indexação de salários e maior flexibilidade nos mercados de trabalho.

"Na questão de aposentadoria, segurança social e flexibilidade do trabalho, o que foi discutido a nível europeu é inaceitável", disse à Reuters Myriam Delmee, vice-presidente do sindicato BBTK, na Bélgica, durante o protesto.

Categories: Share

Leave a Reply