Ajude nos com sua doação

Translate

Alunos fazem reunião e decidem manter ocupação em prédio da USP

Os estudantes da USP realizaram uma reunião na noite de ontem (28) e decidiram manter a ocupação ao prédio da Administração da FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas). Os alunos pedem a revogação do convênio da universidade com a Polícia Militar.

A ocupação do imóvel aconteceu na noite da última quinta-feira (27), após um confronto entre estudantes e policiais militares. A briga ocorreu após a PM deter três alunos que estariam fumando maconha dentro de um carro, no campus. Eles foram levados à delegacia e liberado em seguida.
Segundo João Vitor Pavesi de Oliveira, diretor do DCE (Diretório Central de Estudantes), a principal reivindicação é a retirada da PM do campus. O grupo pede ainda garantia de autonomia nos espaços estudantis e que a reitoria retire os processos criminais e administrativos movidos contra estudantes, professores e funcionários.
Uma nova assembleia de estudantes deverá ocorrer na noite de domingo (30) para decidir o rumo dos protestos.
O confronto da última quinta-feira foi o primeiro problema envolvendo policiais e universitários desde que a PM passou a fazer a segurança do campus, há 50 dias. O convênio entre a corporação e a USP foi assinado para tentar reduzir a criminalidade no local. Em maio, o estudante Felipe Ramos de Paiva, 24, morreu baleado numa tentativa de roubo.


Lalo de Almeida/Folhapress
Estudantes da USP colocam cartazes na fachada do prédio administrativo da FFLCH ocupado desde quinta em protesto
Estudantes colocam cartazes na fachada do prédio administrativo da FFLCH ocupado desde quinta em protesto
A reitoria disse ontem, em nota, que a decisão de firmar um convênio com a Polícia Militar foi aprovada pelo Conselho Gestor do Campus da Capital e, portanto, pela ampla maioria dos representantes da comunidade acadêmica.
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que o governo vai apurar possíveis excessos no conflito. "Ninguém tolera nenhum excesso. Agora, não tem nenhum estudante ferido e nós tivemos policial ferido e várias viaturas danificadas. A lei é para todos, ninguém está acima da lei", afirmou.

Lalo de Almeida/Folhapress
Estudantes da USP que ocuparam prédio administrativo da FFLCH carregam caixa com alimentos para dentro do local
Estudantes que ocuparam prédio administrativo da FFLCH carregam caixa com alimentos para dentro do local

Fonte: Folha de SP

Categories: Share

Leave a Reply