Ajude nos com sua doação

Translate

Faculdades demitem professor acusado de matar aluna a tiros no DF

Professor trabalhava em duas das maiores faculdades de Brasília.
Corpo de aluna foi liberado pelo IML na manhã deste sábado (1).

As duas faculdades de Brasília onde trabalha o professor Rendrik Vieira Rodrigues, 35 anos, que, segundo a polícia, matou uma aluna a tiros na noite de sexta (30), informaram neste sábado (1) que ele será demitido.
A Faculdade Projeção, onde Rodrigues atuava como coordenador do curso de direito, divulgou nota afirmando que o professor será “demitido e substituído imediatamente”.
O UniCEUB, onde Rodrigues conheceu a aluna assassinada, informou por meio de sua assessoria que ele será desligado da instituição na segunda-feira (3).
Por meio de nota, a universidade também disse que “a comunidade acadêmica do UniCEUB está profundamente transtornada e manifesta seu pesar pelo falecimento da aluna”.
O corpo de Suênia Souza Farias, de 24 anos, foi liberado no Instituto Médico Legal de Brasília, às 11h40 deste sábado. O IML confirmou que os tiros causaram a morte, mas não informou quantas vezes a jovem foi alvejada. Segundo a polícia, o laudo da perícia deve sair nos próximos 20 dias.
O corpo será velado às18h, em Taguatinga. O enterro será no domingo (2), às 14h.
O fim de um relacionamento amoroso entre Rodrigues e Suênia teria motivado o crime. Segundo a polícia, Rodrigues afirmou em depoimento que esperou a aluna na saída da faculdade na noite de sexta. Segundo o depoimento, armado, ele assumiu a direção do carro dela, rodou pela cidade e a matou com três tiros.
De acordo com a polícia, o professor levou o corpo para uma delegacia na periferia da cidade, se entregou e disse que estava arrependido.

Fonte: G1

Categories: , Share

Leave a Reply