Ajude nos com sua doação

Translate

Tribunal Penal Internacional diz que Líbia deve entregar Saif al-Islam

Imagem que supostamente mostra Saif al-Islam (Reuters)
TV líbia mostrou fotografia supostamente tirada
após captura de Saif al-Islam
O Tribunal Penal Internacional (TPI) diz ter recebido confirmação das autoridades líbias sobre a prisão de Saif al-Islam, filho do ex-líder do país Muamar Khadafi.
Um porta-voz do TPI, Fadi El Abdallah, disse à BBC que a Líbia tem agora uma obrigação legal de entregá-lo ao tribunal.
Al-Islam, de 39 anos, é o último membro importante da família Khadafi a ser preso ou morto. Ele é procurado por supostos crimes contra a humanidade cometidos durante o levante contra o governo de seu pai.
O local onde o julgamento acontecerá será escolhido por juízes do Tribunal Penal Internacional, após negociações com as autoridades líbias, segundo El Abdallah.
Imagens exibidas na TV do país mostraram um homem que seria al-Islam deitado em um sofá, com alguns dedos da mão direita enfaixados, mas aparentando estar bem de saúde.

'Saindo do país'

Segundo o ministro da Justiça do Conselho Nacional de Transição (CNT), Mohammed al-Allagi, Saif al-Islam foi encontrado no deserto, perto da cidade de Obari, no sul do país.
No momento da prisão, ele estaria acompanhado de seguranças e tentando escapar para Níger.
Al-Islam teria sido levado de helicóptero para Zintan, no norte do país.
O filho de Khadafi estava foragido desde que as forças do CNT tomaram a capital líbia, em agosto.
Sua prisão foi comemorada nas ruas de Trípoli, já que al-Islam chegou a ser visto como um possível sucessor de Khadafi devido à sua retórica durante as revoltas populares.
No entanto, anteriormente al-Islam era visto como o mais liberal dos filhos de Khadafi e foi cortejado por autoridades ocidentais.
O coronel Muamar Khadafi foi morto no dia 20 de outubro, durante uma batalha final em sua cidade natal, Sirte.
O governo interino da Líbia lançou um inquérito para apurar as circunstâncias de sua morte.

Fonte: BBC Brasil

Categories: Share

Leave a Reply