Ajude nos com sua doação

Translate

Ana Furtado: “Eu? Rainha? Aceitei e resolvi ser feliz”

Esbanjando beleza, apresentadora do Vídeo Show fará sua estreia como rainha de bateria da Grande Rio

Das cinzas ressurge uma escola de samba com força para voltar a brilhar na Sapucaí. Após o incêndio que destruiu o que a Grande Rio preparava em seu barracão no carnaval passado, a escola de Duque de Caxias vem acalentando o inédito campeonato na folia carioca. O enredo “Eu confio em você. E você?” é um indício do que vem por aí. Caberá a Ana Furtado, estreando como rainha de bateria, representar esta garra à frente dos ritmistas de mestre Ciça.
“Fui muitas vezes no barracão, senti uma tremenda tristeza porque estava lindo o carnaval da Grande Rio. E é realmente emocionante porque tantas pessoas vivem para isso. Os carros alegóricos estavam deslumbrantes. A gente, realmente, tinha grandes chances de ser campeã do carnaval carioca”, lamenta a nova rainha, que substitui o rápido reinado de Cris Vianna.
Hora de pensar em festa. A ordem na escola é voltar a sorrir. E sorrisos não faltam para a atriz e apresentadora do Vídeo Show. Durante ensaio fotográfico no Sheraton Barra Hotel & Suítes, Ana relembrou sua reação ao receber o convite para assumir o cobiçado posto. “Eu? Rainha? Não tenho tempo para praticamente nada, além do meu trabalho, minha filha Isabela e meu casamento”, disse Ana ao presidente de honra, Jayder Soares, que a respondeu com o enredo da escola: “Eu confio em você. E você?”.





Leilão de fantasia

Ana conta que só aceitou o cargo depois que a sua avó, de 85 anos, a aconselhou a não recusar um convite desses. “Estou vivendo um dos momentos mais surpreendentes da minha vida porque nunca me imaginei como rainha de bateria. Mas o convite foi feito em um momento especial e resolvi ser feliz”.
Desde então, Ana tem se dedicado intensamente. Além de comparecer aos ensaios, Ana ainda contratou a estilista Valéria Costa (responsável pela produção deste ensaio) para criar modelitos para cada aparição. No final do carnaval, pretende leiloar as roupas. A renda obtida será revertida para a Pimpolhos, agremiação infantil da escola de samba de Caxias. “Posso não ser a rainha de bateria que eu gostaria de ser. Aquela atuante que está sempre com a comunidade. Mas quando estiver lá, vou estar lá por inteiro”.
Foto: Marcelo Correa
Ana Furtado: rainha de bateria da Grande Rio



Começo no samba

A trajetória de Ana Furtado na Marquês de Sapucaí começa em 1996, como destaque de um carro da Mocidade Independente de Padre Miguel. “Não achei legal ficar naquele queijinho e não poder sambar. Bacana é poder sambar, pisar no chão e sentir a vibração de todos na avenida”, conta ela, que após esse episódio ficou quase quinze anos sem desfilar na passarela do samba.
Mas a experiência não foi traumática e, anos depois, ela voltaria à Sapucaí, como destaque de chão da Grande Rio. Nova no posto de rainha de bateria, a apresentadora conta que tem samba no pé desde os quatro anos de idade e renega o rótulo de que branquelas não sabem sambar. “Quem não gosta de samba, bom sujeito não é. E de sambar também. Minha mãe me levava com minha irmã para os bailes de carnaval. Adoro essa festa desde que me entendo por gente”, diz.
Se a Grande Rio precisava de uma fênix para representar esta “volta por cima” que está dando em sua história recente, Ana Furtado vem com dedicação – e beleza – para mostrar que carnaval se faz com alegria. “O que fiz pela escola era o que todo mundo deveria ter feito”, afirma ela, casada com o diretor Boninho. “Ele é tranquilo”, continua.
Há quase dois meses do carnaval, Ana só tem uma certeza.”Não sei como vai ser quando eu entrar na Sapucaí porque não sou de antecipar emoções. Gosto de viver o momento. Mas, estar em frente à bateria da Grande Rio, o coração pulsante da escola, será um dos momentos mais emocionantes da minha vida”.

Fonte: IG notícias.

Categories: Share

Leave a Reply