Ajude nos com sua doação

Translate

Paul McCartney diz a revista que Beatles consideraram um retorno

 "Discutimos o plano de juntar os Beatles umas vezes, mas não se concretizou, não havia paixão o suficiente por trás da ideia". A declaração foi dada por Paul McCartney à revista "Rolling Stone" americana.
McCartney contou que a banda estava satisfeita com o ciclo criativo que tinham completado e tinha medo de estragar seu legado.
"Mais do que isso, poderíamos ter arruinado todo o conceito de Beatles, ao ponto de dizerem 'Ah, meu Deus, eles não eram bons. As sugestões de reunião nunca foram convincentes o suficiente. Eram bacanas quando aconteciam --'Seria bom, sim'-- mas aí algum de nós sempre acabava sempre não gostando. E isso bastava, pois éramos uma perfeita democracia."
McCartney e Lennon se reuniram para uma jam session em estúdio em 1974, que também contou com a presença de Stevie Wonder, Harry Nillson, Linda McCartney e Bobby Keys.

Mario Anzuoni-11.fev.2012/Reuters
Paul McCartney se apresenta durante evento da MusiCares, instituição do Grammy, em Los Angeles
Paul McCartney se apresenta durante evento da MusiCares, instituição do Grammy, em Los Angeles
"Estávamos chapados", disse McCartney sobre a sessão. "Eu acho que não tinha ninguém naquele estúdio que não estivesse chapado. Por alguma razão bizarra, decidi assumir a bateria. Era só uma festa, sabe. Usar a palavra 'desorganizado' seria subestimar completamente. Pode ser que eu tenha feito uma tentativa fraquinha de restaurar a ordem --"pessoal, sabe, vamos pensar em uma música, essa seria uma boa ideia'-- mas não consigo lembrar se fiz isso mesmo ou não."
Ele declarou, ainda, que vai parar de fumar maconha, em respeito a sua filha caçula, Beatrice. "Eu fumei o que tinha de fumar. Quando você cria uma criança, seu senso de responsabilidade aparece em algum momento", declarou.

Fonte: Folha de SP

Categories: Share

Leave a Reply