Ajude nos com sua doação

Translate

Nova Medusa de Caravaggio é descoberta em coleção na Itália

 Uma nova Medusa de Caravaggio foi descoberta numa coleção particular na Itália. Especialistas analisaram radiografias do que se pensava até agora uma cópia da pintura do mestre barroco e concluíram que uma segunda peça, como a original de 1600, também foi feita pelo artista.
Caravaggio pintou a cabeça decapitada da Medusa num escudo hoje no acervo do Museu Uffizi, em Florença. De acordo com o mito grego, Perseu matou a mulher com cabeleira de serpentes e grudou sua cabeça num escudo, já que seu olhar transforma inimigos em pedra.
A segunda Medusa, descrita pelo poeta Gaspare Murtola, contemporâneo de Caravaggio, é um pouco menor do que a versão hoje no Uffizi. Mas um exame de radiografias e desenhos preparatórios não deixa dúvidas quanto a autoria do segundo escudo.
"Não é uma imitação, e sim outra criação", disse Mina Gregori, especialista em Caravaggio, que analisou a obra. Segundo ela, a segunda Medusa, comprada pelo colecionador Ermanno Zoffili há 20 anos, foi feita antes da versão que está em Florença.
De acordo com um jornal italiano, é provável que o mecenas de Caravaggio, o cardeal Del Monte, teria gostado tanto desta primeira versão da Medusa que encomendou mais uma a Caravaggio, que deu de presente ao nobre florentino Ferdinando dei Medici, cujas obras mais tarde seriam agrupadas no Museu Uffizi.
Essas duas Medusas não são as únicas cabeças decapitadas que aparecem na obra de Caravaggio. Pelo menos três outras telas célebres do mestre mostram cenas de decapitação, como "Judite e Holoferne", "Salomé com a Cabeça de São João Batista" e "Davi com a Cabeça de Golias".

Luca Bruno - 26.mar.04/Associated Press
A Medusa original de Caravaggio exposta em Milão
A Medusa original de Caravaggio durante exposição em Milão 


Fonte: Folha de SP

Categories: Share

Leave a Reply