Ajude nos com sua doação

Translate

A vida é um bem a ser preservado.


Esta semana fomos surpreendidos pelo ataque terrorista que matou 12 jornalistas na França, colocou a nação em alerta máximo a segurança e o medo em alta escala.
Vivemos num mundo onde os sentimentos de ódio e violência estão latentes.
E é preciso aprender a respeitas a liberdade do outro manifestar a sua fé da maneira que ele quiser manifestar.
O Oriente é diferente do Ocidente, cada um tem a sua identidade cultural e assim é criada a sua identidade como nação e são construídas as suas tradições.
Ninguém tem o direito de dizer que é o dono da verdade. É preciso ter a humildade de visualizar as diferenças e respeitá-las.
A guerra entre as religiões acontece porque cada uma tem seu ponto de vista e são atacadas por isto. E seus seguidores são motivo de chacota o tempo inteiro.
Mas as pessoas que não acreditam em religião alguma também são perseguidas, pois sempre há o desejo do ego em dizer "eu estou certo e você esta errado".
É preciso aprender a respeitar a escolha de cada um e deixar que eles vivam em paz.
É preciso aprender a respeitar a identidade e tradição de cada povo, pois eles se constituíram assim e a mudança até pode ocorrer, mas cabe a esta nação ter o direito de escolher.
A vida é um dos bens mais preciosos e precisa ser respeitada como tal. E cada nação deve aprender a respeitar o outro sem distinção e sem piadas ofensivas.
É engraçado fazer piadas. Mas há um limite muito tênue em fazer piada e ofender usando o disfarce do humor.
É uma grande tristeza o que houve na revista Charles Hebdo na França. E também é muito triste o desrespeito as escolhas religiosas dos outros.
O Ocidente questiona muitos posicionamentos do Oriente, com base em linhas de pensamento do Ocidente, como também o Oriente questiona muitos posicionamentos do Ocidente com a base de pensamento do próprio Oriente.
Mas a questão é aprender a olhar o outro e tentar compreender a identidade de tradição e cultura que ele tem e a partir dai aprender a respeitá-lo, com o intuito de encontra a paz entre os povos.
Mas a verdade que fica, vidas se perderam neste ataque. O medo volta a imperar. E a lição que fica é preciso aprender a respeitar as diferenças para que situações assim não se repitam.
Meus sentimentos as famílias que perderam seus entes queridos neste episodio sombrio que ficara gravado na história e na nossa memória.
E um pedido, precisamos aprender a respeitar as pessoas pelo que elas são, como nós queremos ser respeitados. As escolhas que elas fazem são inerentes a elas e isto não é algo que terceiros possam interferir ou mudar.

Categories: Share

Leave a Reply