Ajude nos com sua doação

Translate

Lucky Ladies: O Funk e a esmagadora industria da musica.

Lucky Ladies chegou ao Brasil. O Reality Show tem a clara proposta de mostrar o mundo do Funk em todas as suas vertentes e desmistificar o universo deste gênero musical.
Foi uma seletiva entre 5 mil funkeiras, pois o objetivo de mostrar o poder feminino dentro do funk é claro. E saíram as 5 escolhidas, que receberiam a orientação de Tati Quebra Barraco para despontar em um grupo unido pelo Funk.
Válida a proposta, pois a ideia do programa é muito legal, trazer diferentes mundos e vozes do Funk e lançá-las dentro da, competitiva e massacrante, industria musical.
Porém ao desenrolar dos episódios estamos conhecendo um outro lado de cada participante, que algumas se mostraram completamente diferentes do conceito que muita gente tem delas.


Yani Filé. Tenho que admitir esta me surpreendeu de uma maneira que eu nunca imaginei. Pois com toda a marra que ela tem e ela mesma disse que gosta de farra e cantar putaria, fazer a linha sexy.
Mostrou um lado humano muito grande. O lado de se importar com outras pessoas, de querer estar ao seu lado nos momentos mais difíceis, de oferecer o ombro para você chorar se for preciso. Não é qualquer pessoa que faz isso.
O que me surpreende é conseguir ver além da imagem que as pessoas impuseram a ela. "Ela é bailarina de funk... É só uma bunda... É só peito..."
Yani mostrou que ela é muito mais. Mostrou um profissionalismo quando ela mesma disse em um episódio. "Você tem que ser claro e me dizer para eu te dar o que você quer" Quando ela falava da composição de uma música.
E essa visão, somente grandes profissionais têm. Porque são capazes de dar ao mercado, seja ela fonográfico, de artes ou seja lá qual for, o que o mercado quer comprar. Isso se chama fórmula de se manter vivo dentro do mercado.
E a fusão com a Mc Sabrina vai mostrar um lado diferente da Filé. Isso é saber misturar vozes e pensamentos diferentes e levar ao mercado algo inovador.

MC Sabrina. Sua história de vida é surpreendente. Veio ao mundo do Funk na época de mais preconceito contra as Funkeiras.
Levou muitas rasteiras da vida. Conheceu seu lado mais sombrio e mesmo assim continuou em pé.
Venceu a si mesma para ver que a música não era o problema, mas sim a forma dela mudar tudo ao seu redor.
Enfrenta um não apoio a sua carreira da pessoa que mais ama. Porque a visão dela é muito diferente da sua.
Entendo perfeitamente a resistência dela a uma imposição de algo que ela não acredita como as outras pessoas acreditam.
Talvez a sua missão Sabrina é tocar pessoas fora do universo gospel com a sua sensibilidade musical e suas letras fortes.
Mas é preciso ir além de tudo para se manter forte e viva no cenário musical. E Sabrina tem essa força. E o reality esta mostrando isto.

Mari Silvestre.

A Mari vem mostrando muita boa vontade e muito empenho para entrar no mundo do Funk e despontar como cantora.
E há um forte preconceito contra ela, por ela vir do mundo fashion. Ela foi modelo, miss. E veio de um mundo competitivo que segue um padrão de beleza muito forte e esmagador.
Mari entende o que é o mercado e como trabalhar. E quer se dedicar a cantar, por isso tem se afastado do mundo da modelagem (Que abrange a carreira de modelo).
Mas constantemente é bombardeada por ela ainda tem que fazer trabalhos de modelo para se manter, até despontar no universo do Funk.
Mari demonstra sim uma vontade de aprender e se empenha para isso. Vamos ver o que vem por ai nos próximos episódios.

MC Carol. Carol de Niterói ou Carol Bandida.

Também tem uma história forte e uma história de dedicação a uma pessoa incomparáveis.
A luta para manter o casamento e dedicar seu amor a alguém, que retribui isto.
A vontade de vencer com a música, retratando a realidade que ela viveu.
Sim, é um mérito.
Mas se vê que ela esta se adaptando a uma realidade completamente diferente da que esta acostumada e que conhece.
E isto consegue confundir a cabeça das pessoas que se entram assim num mundo que tem maior visibilidade.
Mas é evidente a força da personalidade dela e que quando ela não gosta. Ela não engole.
E o mais triste é ver o bombardeio que ela sofre por causa do peso dela.
As pessoas precisam aprender a parar de diminuir o talento dos outros por causa de condições físicas, com a desculpa "é para a sua saúde".
Alguns comentários que eu vejo outras funkeiras fazendo sobre a Mc Carol são carregados de preconceito, com o intuito mesmo de ofender e colocar para baixo. E isso realmente não é legal.

Karol Ka.

Sim ela tem um potencial musical grande, tem uma carreira de 13 anos, que passou do pop ao gospel e caiu no Funk.
Passou pela Disney, mas não ficou lá. Passou pelo programa Idolos e não ficou.
Passou pelo The Voice e não ficou.
O que eu vejo nela, uma insegurança muito grande, porque ela ataca as outras participantes que acabam revidando. E no final se criou uma imagem de que a Karol Ka vai atacar todo mundo sempre que puder, então todas já estão armadas para revidar a Karol Ka.
Ela também demonstra muito preconceito. Ela sempre diz que faz grandes obras musicais, é uma artista completa.
Mas a máxima de todo artista é não ter preconceito com nada e com ninguém. Porque quem trabalha com arte, trabalha na contramão das imposições e dos preconceitos.
Quem trabalha com arte não dissemina preconceito.
E mais a Karol Ka é pop. E no Pop precisa de reinvenção todos os dias para se manter num universo competitivo que é o da industria da musica.
Talvez se a Karol Ka não atacasse e mudasse um pouco a sua tentativa de fazer todos se adequarem a ela. As meninas não a atacariam como modo de defesa.
Porque a industria musical é mais fria e mais esmagadora do que o que esta acontecendo no reality.
A pergunta que fica... Você entrou para o super seletivo mundo da Disney, que lançou Demi Lovato, Miley Cirus, Cristina Aguilera, Justin Timberlake, Britney Spears entre outros. Porque você não permaneceu no casting da Disney?

E eu vejo que mais que talento. O Reality esta procurando artistas que consigam se destacar e se manter dentro da industria da musica.
E se você como artista não sabe como se manter dentro da industria, mais cedo ou mais tarde você vai ser descartado.
Vamos ver o que vem nos próximos episódios de Lucky Ladies...

Categories: Share

Leave a Reply